Psicoterapia

O que é Psicoterapia

Terapia vem da palavra grega therapeia-as de therapeúein, e tem os significados de servir, honrar, assistir, cuidar e tratar. Psicoterapia é um processo de busca de conhecimento crescimento edesenvolvimento pessoal e principalmente de ajuda. Tem como objetivo principal ajudar a atenuar o sofrimento humano seja ele expresso através de crises pessoais,  crises profissionais, dificuldades nos relacionamentos afetivos, distúrbios emocionais refletidos no próprio corpo em forma de doenças e limitações físicas, fobias, medos, crises de pânico, depressão, timidez, baixa autoestima, lutos, a angústia muitas vezes vivida em silêncio por vítimas de violência física e/ou moral, dificuldades escolares, insônia e outros tantos entre uma variedade imensa de sintomas.

O papel do psicoterapeuta é iluminar o caminho para permitir que você faça escolhas, é difícil escolher no escuro. É necessário primeiro que você entenda e perceba sua forma de se relacionar, suas pautas vinculares. Cada ser humano tem uma forma pessoal e particular de estabelecer relação com os outros, que chamamos de pautas vinculares. Estes padrões de vinculação são responsáveis por inúmeros problemas relacionais. Muitas vezes são inconscientes e quando conscientes estão muito enraizadas em crenças pessoais aprendidas e alimentadas ao longo da vida, o que dificulta sua mudança. A pessoa até sabe o que está errado, o que deveria fazer ou como deveria agir, mas não consegue colocar em prática.   

Apesar da similaridade humana, as pessoas são diferentes, justamente por isso, cada processo de psicoterapia é único, cada pessoa é especialmente diferente em suas necessidades, em seu ritmo, e em seus potenciais emocionais, físicos e intelectuais. Justamente por esses motivos os processos psicoterápicos variam em duração, e no caminho (metodologias e técnicas) que o psicoterapeuta utiliza para alcançar o objetivo proposto no trabalho.

Psicoterapia é um processo de “mão dupla” é necessário alguém que queira ajudar (psicoterapeuta), e alguém que queira ser ajudado, mas, principalmente, esteja disposto a se ajudar. Ninguém ajuda ninguém que não queira ser ajudado, já dizia meu avô.

Quem são os Psicoterapeutas? São os profissionais da área da saúde (Médicos-Psiquiatras e Psicólogos) que se especializam no tratamento clínico e psicoterápico. Não é um doutrinador, alguém que vai impor seus valores morais, crenças e verdades próprias. Também não é um juiz que vai decidir entre certo/errado ou dar seu parecer sobre o que pensa a respeito deste ou daquele comportamento. É alguém que fará uma proposta de relação de respeito, aceitando você como é em sua completude, com suas particularidades incondicionalmente. O que basicamente orienta o psicólogo não é sua forma pessoal de compreender o mundo, o psicólogo não é um professor da vida, é um profissional treinado e habilitado para conduzi-lo nesse difícil processo de criar e desenvolver intimidade. 
É importante que você escolha alguém com quem você tenha um mínimo de empatia, que seja de sua confiança, ou indicado por alguém em quem confie, além é claro, de ser um profissional comprometido eticamente e preparado tecnicamente para essa função.

Porque as pessoas fazem psicoterapia?  

Para diminuir seu sofrimento e tornar sua vida mais prazerosa e feliz.
O ser humano é resultado de sua historia, seus encontros e desencontros emocionais, suas doenças físicas e suas relações são o resultado da interação bio-psico-social, Para pensarmos em qualidade de vida é importante pensarmos no ser humano como um todo integrado onde estas instancias tornam o organismo equilibrado. A saúde emocional mapeia e baliza esta integração.

Nascemos com potenciais de saúde (características herdadas) e necessitamos de provisão externa para nos desenvolver. Somos influenciados e influenciamos todo o tempo. Nascemos totalmente espontâneos, criativos e “desarmados” e somos moldados por nossas próprias experiências, para vivermos socialmente.

Recebemos modelos sociais todo o tempo, os mais fortes geralmente são os que surgem de nossas primeiras experiências de vida e de vivenciar a sociedade, que acontece primeiramente através de nossos pais, ou daqueles que fazem esse papel.

O processo de psicoterapia é capaz de gerar transformações intensas e profundas na forma e na qualidade da interação que o indivíduo estabelece com o mundo e com si mesmo. Questionando e redimensionando crenças, mitos e verdades. Revela códigos que muitas vezes servem de parâmetros para avaliar e estabelecer relacionamentos expectativas e desejos, ajudando a trazê-los para a consciência.

Nós somos seres sociais, vivemos em relação todo o tempo necessitamos do outro para crescer e nos desenvolver fisicamente (nos primeiros anos de vida) e psicologicamente (durante nossa vida toda).

Somos o resultado de nossas características hereditárias e nosso potencial de saúde acrescido das influencias que recebemos resultantes das crenças e dos valores morais de nossos pais/educadores.

Temos o potencial para nos relacionarmos afetivamente e intimamente, mas dependemos do aprendizado. As vivências que temos durante nosso desenvolvimento emocional moldarão nossa forma de perceber e ver o mundo, e nos darão parâmetros para nos relacionarmos com ele. São dessas experiências que nascem nossa autoestima e nosso sentimento de segurança pessoal. O ser humano é dinâmico e sempre tem a possibilidade de crescimento e transformação, portanto as dificuldades emocionais que adquirimos como resultado de nossa historia de vida podem ser superadas.

Estamos continuamente aprendendo com nossas relações, todo o tempo. A relação de psicoterapia torna-se um novo modelo, uma nova proposta, onde passamos a compreender nossa historia, perceber e entender a nossa  real responsabilidade sobre o que nos acontece e onde contribuímos, mesmo sem perceber, para nossas dificuldades.

.